5 lições de As Sete Leis Espirituais do Sucesso de Deepak Chopra

O livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso: Um guia prático para realização de seus sonhos trata de alcançar nossos sonhos com facilidade, seguindo a sabedoria de religiões antigas e professores espirituais modernos. 

Deepak Chopra diz que podemos alcançar muito mais do que apenas sucesso material, se seguirmos práticas como silêncio, não julgamento, dar, intenção e desapego.

As Sete Leis Espirituais do Sucesso: 5 lições de Deepak Chopra
Livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso: Um guia prático para realização de seus sonhos

5 melhores lições do livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso:

  1. Fique em silêncio: reconectando-se com o seu verdadeiro eu
  2. Não julgue: Aceite tudo como é
  3. Dê Graciosamente: Compartilhar aumenta nossa abundância
  4. Decida intuitivamente: aproveitando nossa inteligência interior
  5. Permaneça Desapegado: Desejar sem apego nos transforma

A atenção energiza e a intenção se transforma. Tudo o que você colocar sua atenção ficará mais forte em sua vida. Tudo o que você desvia sua atenção irá murchar, se desintegrar e desaparecer.

Deepak Chopra

Quem é Deepak Chopra?

PODCAST | No Better Time Than Now With the Legendary Deepak Chopra - David  Meltzer
Deepak Chopra | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

Deepak Chopra, é um palestrante popular e autor de best-sellers do New York Times. Ele cresceu em Nova Delhi, Índia. 

Depois mudou-se para os EUA e obteve o certificado de endocrinologista. Ele estava envolvido na crescente popularidade da antiga medicina ayurvédica no Ocidente e, em seguida, ampliou seu foco para a saúde holística e espiritualidade.

1. Fique em silêncio: reconectando-se com o seu verdadeiro eu

What really happens on a silent meditation retreat | Well+Good
Deepak Chopra | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

A primeira lei espiritual neste livro é sobre “potencialidade pura”. 

Chopra fala um capítulo inteiro sobre essa ideia, mas vou ver se consigo explicá-la em poucas palavras…

Em nossa vida diária, parecemos viver em um mundo de objetos, fronteiras e limites. 

Eu, você, nós, eles, interno, externo, melhor, pior e assim por diante. 

Ainda assim, há um estado que podemos aprender a acessar que está fora de tudo isso. 

Fora do desejo de segurança, medo de críticas, sentimento inferior ou superior aos outros. 

Este é o estado de “potencialidade pura” que é realmente nosso verdadeiro Eu. 

É quem somos por baixo de nossa máscara social e nossos apegos a posses, situações de vida e identidades simbólicas.

Mas como podemos acessar esse estado de nosso verdadeiro Eu? 

Deepak compartilha quatro maneiras práticas:

  1. Silêncio. Isso significa não ter nenhum diálogo interno, nenhuma voz interna em sua cabeça que está constantemente narrando tudo. Sim, será muito difícil no início, mas você pode aprender a fazer isso!
  2. Meditação. Chopra recomenda 30 minutos todas as manhãs e noites. Isso pode ser muito simples, como prestar atenção à sua respiração. Psicólogos profissionais usam técnicas de “centralização” (Apa.org) como essa para ajudar as pessoas a aliviar o estresse e as preocupações.
  3. Não julgamento. (Falaremos sobre isso na próxima lição.)
  4. Natureza. Então vá para uma caminhada! Em outros livros, aprendi que os “passeios na natureza” trazem grandes benefícios para a saúde mental.

Se você está procurando mais orientação sobre como aquietar sua mente, recomendo enfaticamente o livro O poder do Agora de Eckhart Tolle. 

O livro O Poder do Agora: um guia para a iluminação espiritual
O Poder do Agora | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

Quando muitas pessoas ouvem a frase “vivendo no momento presente”, elas pensam que é sobre viver sem planejamento ou consideração, mas não é isso que os professores espirituais querem dizer!

Eckhart Tolle me ensinou que viver no agora é reconectar-se aos nossos sentidos físicos e centrar nossa atenção no mundo ao nosso redor. 

Passamos grande parte de nossas vidas em sofrimento mental devido ao passado e ao futuro. 

Estamos revivendo neuroticamente o passado (o que não pode ser mudado) ou ansiosamente imaginando eventos futuros ruins (que quase nunca acontecem).

Portanto, manter nossa atenção no momento presente com mais frequência é uma das melhores maneiras de aproveitar mais a vida plenamente.

2. Não julgue: Aceite tudo como é

7 ensinamentos de Buda para ter uma vida mais leve e tranquila
Deepak Chopra | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

O não julgamento, também conhecido como aceitação, é um tema que percorre todo este livro. 

Esse ensinamento remonta ao Buda, que ensinou que, quando resistimos ao que está acontecendo, apenas multiplicamos nosso sofrimento. 

Pôr de lado nosso hábito mental de julgamento é agir por amor e fluir com a natureza, em vez de agir por desejo de controle e poder.

Podemos praticar o não julgamento com:

  • Sentimentos. Permita que seus sentimentos sejam, sem rotular alguns como ‘maus’ e outros como ‘bons’. O autor de autoajuda mega-popular Mark Manson diz que as pessoas muitas vezes caem em ciclos de feedback negativo. Nós nos sentimos mal, então pensamos que não deveríamos estar nos sentindo mal, então nos sentimos ainda pior. Sua maneira de sair dessas espirais negativas é aceitar que todos nos sentimos mal às vezes e isso é normal. 
  • Pessoas. Ame-os ou odeie-os, outras pessoas podem nos impactar emocionalmente mais do que qualquer outra coisa. Uma prática difícil, mas poderosa, é ficar perto de outra pessoa sem julgá-la por um tempo. O autor Don Miguel Ruiz explica assim: “O verdadeiro amor é aceitar as outras pessoas como são, sem tentar mudá-las”.
  • Situações. Quando estamos chateados com algo que aconteceu, podemos resistir e permanecer paralisados ​​ou podemos aceitar assumindo a responsabilidade. Agora, a maioria de nós vê a responsabilidade como culpa, mas no dicionário de Deepak Chopra responsabilidade significa simplesmente responder à situação, encontrando a melhor maneira de transformar um desafio em uma oportunidade.

3. Dê Graciosamente: Compartilhar aumenta nossa abundância

A próxima lei do livro é sobre doar. 

Normalmente, sentimos que dar aos outros resulta em termos menos. 

Mas Deepak diz que o universo funciona de uma forma contra-intuitiva, portanto, quanto mais dermos, mais teremos. 

Ao doar, mantemos a energia fluindo entre nós e o universo, assim como a água precisa continuar descendo um rio para permanecer fresca.

Agora, algumas pessoas podem ler isso e aceitar imediatamente. Outros podem ver isso como um disparate hippie que está desconectado da realidade!

Se valer a pena, deixe-me contar uma história rápida. 

Anos atrás, li o livro Dinheiro do Tony Robins

41iiwNB644L. SX335 BO1,204,203,200
Dinheiro de Tony Robbins | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

Nesse livro que fala sobre gerir, gerar riqueza e técnicas de gestão de ações e investimentos ele falou sobre o poder de doar.

E, como doar em um momento que ele estava totalmente sem esperanças abriu novas portas e trouxe abundância.

Então, talvez essa lei de dar não seja algo que possamos entender racionalmente, só temos que experimentá-la em nossas vidas e ver o que acontece.

Algumas diretrizes úteis para doar:

  • Dê o que você deseja receber. Por exemplo, se você está se sentindo sozinho, dê amizade e apreço a outra pessoa.
  • Dê com a intenção certa. Quando você dá com relutância, o universo receberá a mensagem errada, então dê com alegria.
  • Dê não apenas materialmente. Os presentes mais preciosos não têm um preço como gentileza, carinho, elogios, gentileza, etc.

Um livro que gosto é o O Profeta, de Khalil Gilbran.

O PROFETA - Khalil Gibran - L&PM Pocket - A maior coleção de livros de  bolso do Brasil
Khalil Gilbran | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

É um livro de ficção, quase como poesia. É sobre um profeta que está saindo de sua cidade natal para uma longa jornada. 

Na história, esse profeta é solicitado a aconselhar-se sobre como dar e ele diz: 

“Há aqueles que dão pouco do muito que têm – e dão para reconhecimento e seu desejo oculto torna seus presentes prejudiciais. E há quem tenha pouco e dê tudo. Estes são os que acreditam na vida e na generosidade da vida, e seu cofre nunca está vazio ”.

4. Decida intuitivamente: aproveitando nossa inteligência interior

10 coisas que pessoas intuitivas fazem de maneira diferente | Exame
Deepak Chopra | As Sete Leis Espirituais do Sucesso

Você provavelmente já ouviu a palavra “Karma” antes. 

Tudo começou como uma ideia religiosa no hinduísmo e no budismo, de que o que fizermos nesta vida afetará nossa próxima vida. 

Na cultura dominante, o Karma é sobre todas as nossas ações tendo consequências. 

Esta é a próxima grande ideia deste livro, a Lei do Karma ou “causa e efeito”. 

Portanto, se você quer ter um futuro bom ou feliz, precisa tomar decisões boas e corretas hoje.

Um dos primeiros autores ocidentais de autoajuda foi James Allen, que compartilhou sabedoria semelhante em seu livro clássico O Homem é Aquilo que Ele Pensa.

O Homem é Aquilo que Ele Pensa | Amazon.com.br

 Ele disse que nossa mente é como um jardim e nossos pensamentos são como sementes. 

Portanto, é muito importante plantar sementes positivas e nutri-las, porque elas crescem em nossa realidade.

Mas como podemos fazer as escolhas certas para evitar o mau Karma futuro? 

De acordo com Deepak, a chave é ouvir a nossa intuição, o que significa sentir dentro do seu corpo, no coração ou na região da barriga. 

Preste muita atenção e você receberá sinais que podem guiá-lo em uma direção.

As pessoas modernas costumam rejeitar esse tipo de sabedoria emocional, mas muitos especialistas em psicoterapia agora dizem que nossos corpos podem ser uma fonte de profunda inteligência e poder de cura. 

O Dr. Bessel Van der Kolk fundou um dos principais centros de tratamento de traumas e escreveu o livro O corpo guarda as marcas Capa.

41Mq77IZLoL. SX347 BO1,204,203,200

Ele está muito entusiasmado com os benefícios das práticas baseadas no corpo, como respiração, atenção plena, movimento, canto e massagem.

Na verdade, em seu Centro, o Yoga se tornou uma parte essencial da programação de muitos pacientes porque muitos estudos já provaram seus muitos benefícios. 

Foi demonstrado que o Yoga reduz os sintomas de ansiedade, depressão, estresse, raiva, PTSD e até mesmo problemas de saúde física, como pressão alta e dor lombar. 

Isso ocorre porque uma parte importante do Yoga é prestar atenção à respiração e às sensações corporais internas, não apenas ao exercício ou alongamento.

Karma significa causa e efeito, nossas ações hoje criando nosso futuro. 

Podemos construir um bom Karma ouvindo nossa intuição interior quando tomamos uma decisão. 

Colocar realmente a atenção dentro do seu corpo para ver o que ele está lhe dizendo, especialmente na área do coração / barriga.

5. Permaneça Desapegado: Desejar sem apego nos transforma

A lei espiritual final que discutiremos é sobre desapego. 

Esta é uma ideia complicada de entender. 

Como é possível querer algo, mas não se importar em conseguir ao mesmo tempo?

A chave, de acordo com Deepak, é agir com consciência do momento presente, com atenção “concentrada” no lugar adequado. 

Quando você faz algo enquanto permanece no agora, você está completamente engajado no que está fazendo. 

Então, você pode aproveitar o esforço e remover muito do sofrimento que a maioria das pessoas associa ao trabalho ou às realizações.

Isso me lembra de uma ideia da psicologia chamada estado de flow

Livro - Flow (Edição revista e atualizada): A psicologia do alto desempenho  e da felicidade em Promoção | Ofertas na Americanas

Durante mais de vinte anos, o renomado psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi pesquisou sobre o estado de concentração total e satisfação profunda.

Ele descobriu que as pessoas têm melhor desempenho quando entram em um “estado de flow”, onde basicamente se tornam um com o que estão fazendo. 

Estar em um estado de fluxo significa que estamos totalmente focados no que estamos fazendo agora, podemos perder a noção do tempo e simplesmente não estamos pensando muito sobre a recompensa futura. 

Acho que isso é parte do que Deepak está falando.

Essa ideia pode ser rastreada desde a mais antiga sabedoria. 

No Tao Te Ching, Lao Tzu escreveu: “Dar à luz e nutrir, ter sem possuir, agir sem expectativas, liderar e não tentar controlar: esta é a virtude suprema”.

41 BwlAFk3S. SX326 BO1,204,203,200

É tudo uma questão de andar no fio da navalha entre o controle e a espontaneidade, entre o conhecido e o desconhecido. 

Ficar com o que sabemos parece seguro, mas nos faz murchar. 

Quando permanecemos um tanto separados do sucesso e do fracasso, isso nos dá liberdade para entrar no desconhecido. 

E ter sempre um pé no desconhecido é onde se encontram a verdadeira segurança e o verdadeiro bem-estar.

Por exemplo, na minha carreira de negócios online, tudo está mudando constantemente. 

Manter o que funcionava há 5 anos é, na verdade, uma estratégia arriscada. 

O caminho mais seguro para a prosperar é estar sempre tentando coisas novas e com a mente aberta. 

As empresas falham o tempo todo quando não conseguem se adaptar a um ambiente em mudança.

Como colocar esse conhecimento em prática?

  1. Reserve 5 minutos todos os dias para o silêncio. Isso significa apenas viver deixando de lado o monólogo interno constante que todos temos em nossas cabeças. Você pode programar isso de manhã bem cedo ou como parte de outra rotina, como quando está tomando banho.
  2. Doe R$5 para caridade ou 5 minutos para outra pessoa. Muitas vezes caímos na armadilha de pensar que seremos mais generosos ‘algum dia’, mas de acordo com este livro não é assim que funciona. Primeiro você dá, então você receberá. Um pequeno passo é um ótimo começo.
  3. Refira-se ao seu sentimento interior para uma pequena decisão. Por exemplo, Marie Kondo ajudou milhões de pessoas a arrumar e organizar suas vidas. Uma parte fundamental de seu método é separar todos os seus pertences e cada um perguntando “Isso desperta alegria em mim?” Com base na sensação, guarde o item ou descarte-o.

O que você mais gostou do resumo do livro de Deepak Chopra: As Sete Leis Espirituais do Sucesso?

Artigos relacionados:

119 frases motivacionais para sua vida em 2022

O que podemos aprender com a morte?

Como se tornar uma pessoa mais motivada em 2021

omo praticar a atenção plena

7 lições: A Essência dos ensinamentos de Buda por Thich Nhat Hanh

Estratégia de Warren Buffett para maximizar foco

Quer melhorar oratória? 10 lições de Martin Luther King Jr.

Comunicação não violenta: 11 melhores lições de Marshall B. Rosenberg

Resumo de Cartas de um estoico: 6 lições de Sêneca

saraiva autor info

Gustavo Saraiva

É empreendedor digital, investidor e cofundador do Doutor Multas, sócio do Âmbito Jurídico e sócio da Evah. É colunista do UOL, JUS, Icarros e escreve para dezenas de portais, revistas e jornais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.